Shop Mobile More Submit  Join Login


Ele não sabia porque partira. Sabia apenas que estava ali, só, contemplando a natureza que o rodeava. Abismado pela hospitalidade que aquele cenário lhe oferecia, apetecia-lhe ficar ali para sempre, usufruindo de toda aquela solidão que lhe acalmava o espírito citadino, o mesmo espírito que lhe tirava noites de sono e dias de alegria, omitidos pelos barulhos incómodos e preocupações altruístas dos milhares de pessoas que passavam por ele na cidade que nunca considerara como sua.

Porém, ele sentia agora um desejo soberbo de se apoderar de tudo o que observava e sentia naquela terra fértil onde se encontrava. Não pensava no cenário espectacular que aquilo seria para a rodagem de um filme ou para um passeio de escuteiros, pois estava absorto demais para projectar ideias. O único pensamento que lhe passava pela mente era o de felicidade. Finalmente compreendia o gosto, depois de tantas e infrutíferas discussões sobre arte, nas muitas exposições a que foi. Comparado com aquilo que tinha diante de si, ele realizava o desperdício de tempo que foram essas exposições, pois só lhe serviram para confundir um apurado sentido de gosto que teve quando era criança e que se desvaneceu em certa parte da sua vida, que ele desconhecia.

Ao voltar a compreender o gosto, sentiu-se por isso mais jovem e mais livre. Não tardou porém a cair em nostalgia, motivado pelo pensamento do poder destruidor da civilização em espaços como aquele, ao longo de toda a História. Farto do local, abandonou-o e voltou para a localidade mais próxima...
Curta reflexão para uma fotografia do
:icongothic-oblivion:
Gothic-Oblivion Featured By Owner Apr 21, 2009
Já me pus a pensar no que escreveste montes de vezes... :)
Reply
Add a Comment:
 
×

:iconnjord: More from Njord


More from DeviantArt



Details

Submitted on
February 22, 2007
File Size
1.6 KB
Thumb

Stats

Views
139
Favourites
0
Comments
1
×